Comissão Curadora

André Martinez - foto de Simone Sartori

André Martinez

Curador Geral

Atuando há mais de 20 anos na economia criativa, é pioneiro no desenvolvimento de modelos de gestão para lidar com as transversalidades da cultura no contexto brasileiro. Consultor de empresas e fundações que estão entre as de maior influência no país, atualmente dedica-se principalmente ao estudo, design e ativação de estratégias e arranjos que buscam inovação social de forma sustentável e a partir de fluxos e processos criativos. Proprietário da Aprax Inovação Viva e cofundador do Laboratório de Inteligência Sociocriativa. Professor e conteudista do MBA Branding Innovation das Faculdades Integradas Rio Branco, do Cultura e Mercado e do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc SP. www.andremartinez.info

Adair Gass - foto de Carol de Goes

Adair Gass

Assistente de Programação Cultural do Goethe-Institut Porto Alegre desde 1998. Realiza projetos nas áreas de teatro, música e artes plásticas, predominantemente com foco na arte contemporânea e que promovem o intercâmbio de artistas brasileiros e alemães.

Durante sua carreira participou de cursos de aprefeiçoamento na Alemanha, realizados pelo Goethe-Institut, no âmbito de renomados Festivais Internacionais de Artes, como Berlinale, MaerzMusik, Theatertreffen Berlin, entre outros.

Coordenou por vários anos o Concurso de Arte Contemporânea do Goethe-Institut Porto Alegre, que visou a apresentação de projetos inovadores de jovens artistas com caráter investigativo das mais diferentes linguagens.

André Lacerda - Acervo pessoal

André Lacerda

Andre Lacerda é bacharel em Design com ênfase em produto pelo Centro Universitário Ritter dos Reis (UniRitter). Mestre em Design e Tecnologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) atuou como pesquisador nas áreas de Metodologia de projeto de produto e Criatividade onde se interessou pelo campo da Neurociência aplicada participando do curso sobre comportamento irracional ministrado por Dan Ariely da prestigiada universidade de Duke.

Ele acredita que grande parte do desenvolvimento de produto e do ensino de projeto é feito na prática e que são necessários lugares que propiciem isso dando ferramentas e transmitindo a segurança necessária para a geração de inovação. Com esse intuito co-fundou a empresa Fabrique Maker Space um espaço colaborativo, um espaço (maker) de aprendizagem prática e também uma marcenaria, onde produz manualmente uma linha de mobiliários feitos de madeira maciça.

Cecília Rheingantz Silveira - foto por Cláudio Etges

Cecília Silveira

Cecília Rheingantz Silveira é idealizadora, coordenadora e regente da Orquestra Villa-Lobos, programa de educação musical que há 24 anos promove a inclusão social por meio da música na Vila Mapa, periferia de Porto Alegre, a mais de 800 crianças e adolescentes em sete locais da comunidade.

É licenciada em Educação Musical pela UFRGS e pós-graduada em Educação para a Paz pela PUCRS. Produziu os CDs “O Trenzinho do Caipira” (2002) e “Olhos Coloridos” (2008) da Orquestra Villa-Lobos, o DVD “Orquestra Villa-Lobos Ao Vivo” (2013) e mais de 1.000 apresentações artísticas e viagens do grupo.

Também é autora de vários artigos e relatos sobre a iniciativa no Brasil e no exterior e organizadora do livro “Orquestra Villa-Lobos: música que transforma” (2012). Entre outros, recebeu os prêmios: “Destaque personalidade do ano” pela RBSTV e TVCOM, em 2003; “Heróis de Hoje” pela Rede Record, em 2009; “Mulheres que fazem a diferença” pela SMDHSU de Porto Alegre, em 2010; “Medalha do Mérito Farroupilha”, a distinção máxima da Assembleia Legislativa do RS, em 2010.

Maria Helena Bernardes - Acervo pessoal

Maria Helena Bernardes

Maria Helena Bernardes é formada em Artes Plásticas pela UFRGS e atualmente atua como artista visual e professora, sendo sócia fundadora da Associação Arena, dedicada à proposição de projetos artísticos e publicações em artes. Ao lado de André Severo, é coautora do Projeto Areal pelo qual publica “Vaga em Campo de Rejeito”; “História de Península e Praia Grande/Arranco”;  “Dilúvio”; “A Estrada que não Sabe de Nada” e “Ensaio”.

rafael-balle

Rafael Balle

Rafael Balle é administrador formado pela PUCRS, servidor do governo do estado do Rio Grande do Sul, trabalhando na Secretaria de Estado da Cultura desde 2007. Atualmente é o Coordenador do Pró-cultura RS (Sistema Estadual Unificado de Apoio e Fomento às Atividades Culturais)
Tem pós-graduação em Gestão Estratégica da TI pela FGV e realizou cursos nas áreas de gestão pública, políticas e produção cultural.

Richard Serraria - Acervo pessoal

Richard Serraria

Formado em Letras pela UFRGS com Mestrado em Poesia Brasileira estudando João Cabral de Melo Neto, Richard Serraria é um compositor e intérprete, com 5 discos lançados (2002, 2006, 2009, 2010 e 2011), tendo recebido 4 prêmios Açorianos em função de sua obra. Vem desenvolvendo aulas/shows em que a literatura é apresentada através de canções, sempre de forma lúdica e divertida.

Em 2005, a Bataclã FC, banda que criou e participa, foi Patrona da Feira do Livro de Novo Hamburgo. Em 2011 Richard Serraria novamente recebeu convite para ser Patrono da Feira do Livro de Presidente Lucena em função da poesia no formato canção. Esteve na Europa, realizando shows em Sevilha e Madrid, divulgando seu disco mais recente em 2012: Pampa Esquema Novo que foi lançado na Rio+20 e Argentina (Buenos Aires).

Em 2013/14 andou por 114 cidades do país no Sonora Brasil do Sesc com Alabê Ôni. Em 2015 lançou terceiro disco da Bataclã FC – A teimosia da felicidade.

Roger Lerina - por Bruno Alencastro

Roger Lerina

ROGER LERINA é jornalista, editor desde maio de 1999 da coluna Contracapa (artes, cultura e entretenimento), publicada de segunda a sábado no Segundo Caderno do jornal Zero Hora. Repórter cultural do caderno de variedades de ZH, é crítico de cinema.

Apresentou o “Programa do Roger” na TVCOM entre dezembro de 2011 e junho de 2015. É autor do livro “Mauro Soares – A Luz no Protagonista” (2015), volume da coleção Gaúchos em Cena, publicada pelo festival de artes cênicas Porto Alegre Em Cena. É corroteirista da minissérie de documentários “Tá no Sangue – Os Fagundes”, veiculada pela RBS TV.

Suzana Fröhlich - foto por Pedro Antonio Heinrich

Susana Fröhlich

Susana Fröhlich tem formação em Artes Visuais pela UFRGS e longa trajetória em canto coral, grupo Expresso 25, do qual é, hoje, produtora cultural.

Coordenou a área de marketing cultural da Caixa Federal no RS durante oito anos. Presidiu o Centro Cultural 25 de Julho de Porto Alegre, onde compõe o Conselho Deliberativo como membro nato. Atuou por quatro anos no Conselho Estadual de Cultura/RS, tornando-se Secretária do Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Cultura, por dois anos.